19 de setembro de 2018

Da Espanha imensa.

"A casa que llueve" (1904), por I. Medina Vera.

12 de setembro de 2018

Clássicos policiários.

A imagem pode conter: texto
"O funeral de Georg Khalkis, famoso colecionador de arte grego, havia decorrido de modo íntimo e discreto, mas, inexplicavelmente, num clima de tensão. Foi pouco depois de os acompanhantes do cortejo fúnebre regressarem a casa que o advogado da família se apercebe de que o novo testamento que Khalkis assinara dias antes da sua morte estava desaparecido e logo notifica a polícia de Nova Iorque. Apesar de minuciosa, pela casa, pela igreja, pelo cemitério, a busca revela-se infrutífera. Até que o inspetor Richard Queen e o seu filho Ellery, detetive amador, sugerem que se volte a abrir o caixão – e o que aí encontram não é o tão desejado testamento, mas o corpo estrangulado de um falsário recém-libertado da prisão. Que relação pode existir entre estes dois homens? Quantos crimes afinal terão sido cometidos? Um papel queimado, uma obra de Leonardo da Vinci roubada e uma pequena gralha tipográfica são algumas das pistas que Ellery Queen não deixará passar em branco e que conduzirão a um insuspeito culpado. História de uma das primeiras investigações em que participou Ellery Queen, O Mistério do Ataúde Grego vai ensiná-lo a manter para si os seus pensamentos até estar pronto a resolver o crime." Fonte: Bertrand.

9 de setembro de 2018

Agendamentos.

Bertrand.pt - Uma Noite de Inverno
"Moscovo, 1945. Enquanto Estaline celebra a vitória sobre Hitler, ouvem-se tiros ao longe. Numa ponte da cidade são encontrados os corpos sem vida de um casal de adolescentes.
É uma tragédia de contornos invulgares. Rosa e Nikolai eram filhos de dois líderes do Kremlin, estudavam numa escola de elite, eram modelos de virtude.
Estamos perante um crime? Um pacto suicida?
Ou uma conspiração?
A investigação, conduzida pelo próprio Estaline, estende-se ao círculo restrito das famílias mais poderosas do império. Várias crianças são feitas prisioneiras e obrigadas a testemunhar contra os pais e amigos.
A pouco e pouco, são revelados os amores ilícitos e os segredos da alta sociedade de Moscovo, cruelmente exposta no seu esplendor e decadência. Um mundo onde o mais insignificante erro pode significar a morte e não há direito a perdão." Fonte: Bertrand. 

7 de setembro de 2018

5 de setembro de 2018

USA, 2018


Texto alt automático indisponível.
À boleia do Twitter.

4 de setembro de 2018

Georges Simenon.




Efemérides: 4/9/1989 partiu Georges Simenon. Ficaram 192 romances e 158 novelas. A personagem Comissaire Maigret é hoje porventura mais conhecido que o seu "criador".

O Desconhecido do Norte Expresso.

Bertrand.pt - O Desconhecido do Norte Expresso

O arquitecto Guy Haines quer divorciar-se da sua infiel esposa, Miriam, de modo a poder casar com a mulher que ama, Anne Faulkner. Numa viagem de comboio para ir falar com a esposa, Guy conhece Charles Anthony Bruno, um psicopata que lhe propõe a ideia de "trocarem assassinatos". Fonte: Bertrand. 

30 de agosto de 2018

Da Espanha imensa.


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas a montar cavalos e ar livre
O traço é de Arthur C. Michael.

27 de agosto de 2018

Em português (muito) suave.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
Tardam os paladinos das auroras vindouras, em ter uma palavra de apreço/solidariedade, para com os milhares de desafortunados, que fogem ao inferno chavista/podemista na Venezuela. Piram—se com a roupa que esconde fome e frio. Levam os filhos pela mão ou ao colo. Não se trata de "perigosos burgueses capitalistas, banqueiros, industriais, contra—revolucionários, golpistas, direitistas" e outros epítetos que os falhanços revolucionários utilizam para designar as suas próprias vítimas. Os que chegam ao Brasil, e países limítrofes (e os que a tempo aterraram na Madeira) fogem ao gulag chavista e às doutrinas dos geniais economistas do partido Podemos. O trabalho ficou feito. Derreteram em alguns anos, um país. (Em casa do caudilho Maduro não faltará por certo, tudo o que escasseia ao povo-povo. É o costume.)

21 de agosto de 2018

Praga, 21 de Agosto de 1968.

Resultado de imagem para praga 1968
Comemoram-se hoje 50 anos, que em Praga (21 de Agosto de 1968) o Pacto de Varsóvia invadia a Checoslováquia, em nome "do socialismo e da fraternidade entre os povos". Findava dessa forma a aventura da liberdade.

12 de agosto de 2018

8 de agosto de 2018

Toponímia(s).

Ao Jardim de Cima, Santarém. 

Foto de José Leandro.

7 de agosto de 2018

Em português (muito) suave.


Uma República cujo parlamento é dotado de inúmeras cadeiras, que detém das melhores auto-estradas da Europa, cujos submarinos estão parados, os comboios obsoletos, mas que sonhou com um Tgv, que pensa, repensa e produz estudos para um novo aeroporto, mas que não têm meios para apagar fogos, e proteger a tempo as populações, não é um país e muito menos Pátria. É um começo de cidade Lego, sem ofender os sonhos das crianças.

6 de agosto de 2018

Clássicos policiários.


"A longa experiência de Maigret já lhe tinha ensinado que os casos mais controversos são aqueles que se apresentam com um tão grande ar de banalidade que ninguém lhes liga uma importância por aí além. Como o do coronel David Ward, que foi encontrado morto na sua casa de banho do seu quarto no hotel Georges V. Por mera coincidência, ou talvez não, na noite anterior à da descoberta do cadáver, a condessa Paverini quis suicidar-se mas, transportada para o hospital, teve alta na manhã seguinte e resolveu embarcar para Nice, a fim de juntar-se a Van Meulen, seu ex-marido, homem de negócios conhecido e amigo de Ward. Para Nice também seguiu Maigret, e depressa se viu em contacto com personalidades muito conhecidas cujos nomes são citados infatigavelmente pelos jornais. Não confiar em ninguém passou a ser o lema do Comissário..."