23 de junho de 2017

Arejo(s)


La Casa Del Aceite - Córdoba, Espanha.
http://www.micasadelaceite.com/

21 de junho de 2017

Em português (muito) suave.



Por estes dias somei aos silêncios um livro (re)lido. Evitei os olheiros da morte, pasquins de justiçeiros, protagonistas do dia e de todas as vésperas, resguardei-me do pior que a minha Pátria por vezes revela: a canalhice.

20 de junho de 2017

19 de junho de 2017

Fernando Pessoa, tradutor



"Na biblioteca da sua mansão da Quinta Avenida, em Nova Iorque, o milionário Horatio Leavenworth é encontrado sem vida, tombado sobre a secretária. Não tarda a que se perceba que esta morte não foi acidental e todos os moradores da casa são considerados suspeitos: desde as suas sobrinhas Mary e Eleanor ao seu digno mordomo e aos restantes serviçais.
O detetive Ebenezer Gryce, homem corpulento que nunca estabelece contacto visual direto com ninguém, terá de recorrer a todas as habilidades para não se deixar iludir e para conseguir desvendar os segredos mais obscuros que se escondem entre os brilhos do palco nova-iorquino dos finais do século xix. Publicado originalmente em 1878, este foi o romance de estreia daquela que viria a ser apelidada de «avó do romance policial», Anna Katharine Green. O início da sua tradução para português, assim como a escolha do título, deveu-se a Fernando Pessoa." Fonte: Wook. 

5 de junho de 2017

Roots Revisited


Até um dia destes. 

28 de maio de 2017

Eremitério




Santarém / Portugal

23 de maio de 2017

RIP Sir Roger Moore

Não esquecendo também o autor de livros policiários de seu nome Leslie Charteris. 

22 de maio de 2017

De Livro!



"A notoriedade deste polémico escritor de grande talento, ficou marcada pela sua contundente ironia, pelo sentido profundo da sua responsabilidade social dando voz aos excluídos - analfabetos, crianças enjeitadas, aos pobres - tomou posição com grande acutilância sobre a política e o poder. Alentejano de quatro-costados amava a sua terra, escutava o seu cante como uma monotonia repassada de tristeza, vagarosa e fúnebre e não se esquivou às delícias de uma Lisboa boémia. Médico como outros escritores seus contemporâneos - Brito Camacho, Júlio Dantas etc. - é célebre a carta que dirige a este último em que saborosa e literariamente descreve com maestria o seu arroz de perdizes.
Maria Antónia Goes confirma a experiência dos seus livros anteriores, procedendo ao levantamento e transcrição dos principais textos em que Fialho d’Almeida se refere à gastronomia e selecciona a receita de época do prato referenciado. Este livro é pois como que o registo do património dos sabores, desse séc. XIX tão recente." Fonte: Wook. 

12 de maio de 2017

O regresso de Juan Belmonte


"Juan Belmonte, protagonista que já conhecemos em Nome de Toureiro, vive com a sua companheira, Verónica, no extremo sul do Chile. Ambos tentam escapar à sombra do que foram: ele, um guerrilheiro feito de muitas lutas por todo o continente americano; ela, uma das milhares de vítimas torturadas na infame Villa Grimaldi, durante a ditadura de Pinochet. Agora, uma voz do passado faz soar um alarme que é também uma chantagem. Um grupo de mercenários acaba de partir para Santiago a fim de resgatar Miguel Krassnoff, o mais cruel dos criminosos da ditadura do país que o acolheu e, simultaneamente, herdeiro do último comandante dos Cossacos - timoneiro ideal para a criação de um estado Cossaco independente dentro da Rússia. Belmonte terá de sabotar a missão deste comando, mas também ele tem uma palavra a dizer quanto ao destino reservado a Krassnoff, o único que torturava de cara descoberta…
Revelando uma vez mais o excecional talento narrativo e a doce veia poética a que habituou os seus leitores, Luis Sepúlveda regressa ao thriller de forma destemida, levantando o manto sem fronteiras que encobre os perpetradores de crimes contra a humanidade." Fonte: Bertrand.

7 de maio de 2017

O agente da Continental.



"O agente da Continental é contratado para resolver um caso em Personville - também conhecida como Poisonville -, mas o seu cliente, aquele que parece ser o único homem honesto da cidade, é assassinado ainda antes de se encontrarem.
Com o objetivo de controlar as greves dos trabalhadores, fora o próprio pai da vítima quem fizera entrar na cidade uma série de gangues que rapidamente se tornaram os seus senhores.
Agora terá de ser o agente da Continental a tomar o assunto em mãos, ainda que para isso se veja obrigado a usar os mesmos métodos sangrentos dos seus adversários.
Colheita Sangrenta foi o primeiro romance escrito por Dashiell Hammett e é muito mais do que um soberbo exemplo de ficção policial - é também uma história magnífica sobre a corrupção e a violência na América dos anos 20 e um texto revelador da genialidade que viria a fazer de Hammett um dos grandes nomes da história da literatura policial." Fonte:Porto Editora. 

3 de maio de 2017

Boa vida.


- Isto é que é vida - disse Japp. - Quando me reformar terei uma casinha no campo. Longe do crime, como agora! - Le crime, il est partout - comentou Poirot, servindo-se de um quadrado de pão muito bem cortado, e franzindo o sobrolho a um pardal que se empoleirara impertinentemente no peitoril da janela." Fonte:O ENIGMA DE MARKET BASING, - Os primeiros casos de Poirot - Obras de Agatha Christie, nº.70, ASA.

28 de abril de 2017

Agendamento(s)



"As Águas da Eterna Juventude está repleto dos ritmos e preocupações da vida Veneziana contemporânea, como a preservação histórica, o alojamento e as novas ondas de migrantes Africanos, que rodeiam a história de uma mulher presa a uma juventude eterna." Fonte: Wook. 

24 de abril de 2017

Revolver passados

Revolver passados/presente e dizer «um eterno obrigado aos bravos que estavam na EPC de Santarém.» Citando Chico Buarque da Holanda, "Foi bonita a festa pá..."


Esta é a madrugada que eu esperava 
O dia inicial inteiro e limpo 
Onde emergimos da noite e do silêncio 
E livres habitamos a substância do tempo

Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'O Nome das Coisas'

21 de abril de 2017

Tradições


A gata velha, bibliotecária e administradora do acervo — em matéria de afectos — cumpre na íntegra, a retemperadora tradição de uma sesta (prolongada).

13 de abril de 2017

Páscoa


Dom Quixote, lendo. O traço é do intemporal Honoré Daumier.